terça-feira, 30 de junho de 2015

Opinião "O Jogo de Mãos", Nora Roberts

Sinopse:

“Max Nouvelle é o patriarca de uma ilustre família de ilusionistas e ladrões de jóias, constituída por Lily – a sua companheira; Roxanne – a sua filha, tão linda quanto casmurra; e Luke – um rapaz que Max recolheu das ruas e que entretanto se transformou num homem muito interessante. No palco fazem números elaborados e, fora dele, assaltos ainda mais refinados. Durante muitos anos Roxanne e Luke deram-se como cão e gato mas agora, já adultos, descobrem que há entre eles algo que não esperavam. Mas é então que Luke, receoso que o seu passado manche a sua família adoptiva, é vítima de alguém que quer vingar-se dos Nouvelle. E vão ser precisos alguns anos em fuga antes que ele volte e, juntamente com Roxanne, dê o golpe mais audacioso das suas vidas.

Com Jogo de Mãos, Nora Roberts revela-nos um mundo glamoroso onde a paixão e o mistério se entrelaçam e nada parece o que é.”


Opinião:

“O Jogo de Mãos” não é o primeiro livro de Nora Roberts que leio. No entanto, há algo nele que o distingue de todos os outros que já havia lido. Não é que tenham sido muitos, tendo em consideração a panóplia de obras publicadas pela autora. No entanto, há algo que transporta esta obra para um nível superior em relação às outras.

Como não poderia deixar de ser, Nora Roberts apresenta-nos um romance repleto de tudo o que caracteriza o género. Ao longo desta obra, podemos ver uma narrativa sólida, com personagens muito bem construídas, acompanhada de uma escrita leve como é habitual. Podemos ver ainda o crescimento das suas personagens, acompanhando a sua infância, adolescência e vida adulta. E talvez seja este o motivo pelo qual este livro me deixou um sabor especial.

Como podemos ler na sinopse, a narrativa desenrola-se em torno de uma família de ilusionistas – a família Nouvelle – e de Luke – “um rapaz que Max recolheu das ruas”, com um passado assustador. Como seria de esperar, por muito que o tempo avance, o passado é algo que levamos sempre connosco. Assim, a cada virar de página vemos Luke crescer sempre acompanhado de pesadelos e medos que o perseguem.

Mas mais do que um romance, este livro traz uma família. E com isto, Nora Roberts junta os melhores ingredientes para a construção da narrativa. O que faríamos nós sem a nossa família? Como será desiludi-la? Como será perdê-la? Como será viver sem tudo aquilo que nos é querido?

Não quero como é obvio descrever toda a história nem mesmo responder a estas questões. Porque não verem com os vossos próprios olhos? Atrevam-se a conhecer Max, Lily, Roxanne e Luke e deixem-se levar pela magia que existe por detrás de cada uma destas personagens.
 
 

4 comentários :

  1. É dos livros que mais gostei da Nora Roberts. Tem mesmo um sentimento diferente dos outros. É muito bom e sem duvida que vale a pena a leitura :)
    The Girl In Jeans * Facebook * Instagram * Google+

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Vanda :)
      Tem sim! Foi uma leitura muito agradável.
      Beijinhos,
      Rosana

      Eliminar
  2. Olá,
    Este foi o único livro que li da autora e adorei.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá :)
      Tens de experimentar outros também. Este tem um toque especial, mas no geral são um bom entretenimento. :)
      Beijinhos,
      Rosana

      Eliminar